Turismo

 R01 –CITY TOUR (Regular/Terrestre/Mínimo 05 pessoas)

Duração: Aproximadamente 04 horas;

08h20 – Apresentação na Fontur com ticket de embarque;

08h30 – Embarque e saída do ônibus ou van;

Frequência: Todos os dias, exceto Domingos e feriados (onde todos os pontos turísticos estão fechados).

Saída do Tropical Hotel apreciando o charmoso calçadão da Ponta Negra, orla beira rio do bairro mais nobre da cidade. Seguimos ao centro para visita interna ao Teatro Amazonas, inaugurado em 1896 e um dos principais pontos turísticos de Manaus, símbolo da época da borracha onde toda riqueza e grandiosidade esta revelada em seus corredores, salões e obras de arte. De lá, pode-se apreciar o belíssimo prédio do Palácio da Justiça do Amazonas e o encantador Largo de São Sebastião. Nosso passeio prossegue no centro com visita panorâmica para contemplarmos a beleza dos prédios históricos, exemplos arquitetônicos do período áureo da borracha.De lá, seguiremos para visitação interna ao Mercado Municipal Adolpho Lisboa, em estilo ArtNoveau.O mercadão é um importante centro de comercialização de produtos regionais que mostra os hábitos, a cultura e as tradições do povo amazônico. Retorno ao Tropical Hotel com previsão de chegada às 12h30min (dependendo do trânsito).

Valor: R$ 100,00 (por pessoa)

R03 – MUSEU DO SERINGAL (Regular/Fluvial/Mínimo 10 pessoas)

Duração: Aproximadamente 04 horas;

08h45min – Apresentação na Fontur com ticket de embarque;

09h00min – Saída do barco do píer do Tropical Hotel;

Frequência: Todos os dias.

Saída do píer do Tropical Hotel chegando à Vila Paraíso, cidade cenográfica do longametragem “A Selva”. O roteiro começa no trapiche, local onde ocorria o embarque e desembarque da borracha, seguindo para o Casarão do Seringalista que reflete bem a riqueza dos seringais quando a borracha estava no auge de sua valorização econômica. O passeio prossegue no Barracão de Aviamento, Capela e na Casa de Farinha que mostra o processo artesanal da fabricação da farinha de mandioca. Seguindo a trilha no meio da mata conheceremos a árvore da seringueira e o processo de coleta do látex. Visita ao Tapiri de Defumação da Borracha, onde eram confeccionadas as bolas de látex ou “pélas” e à modesta Casa do Seringueiro completando o roteiro que retrata a vida e os costumes dos antigos seringais da Amazônia. No retorno ao Tropical Hotel faremos uma breve parada na praia com possibilidade de natação. Previsão de chegada às 13h00min (dependendo do tipo de embarcação).

VALOR: R$ 100,00 (por pessoa)

R06 –ENCONTRO DAS ÁGUAS COM ALMOÇO (Regular/Fluvial/)

08h45min – Apresentação na Fontur com ticket de embarque;

09h00min – Saída do barco do píer do Tropical Hotel

Frequência: Todos os dias

Saída do cais do Tropical Hotel onde desceremos o rio Negro pela margem esquerda, avistando o porto flutuante de Manaus, embarcações regionais e o Mercado Municipal seguindo até o Encontro das Águas (Rio Negro e Solimões) com parada para observação do fenômeno natural. Segue em direção ao Parque Ecológico Janauary. Passeio de canoa  e visita a famosa planta aquática Vitória Régia no Lago Janauary. Almoço no restaurante flutuante e visita as lojas de artesanato local. Retorno ao barco. Navegaremos pelo Rio Negro para o píer do Tropical Hotel com previsão de chegada às 17h00min (dependendo do tipo de embarcação). Bebidas não inclusas.

VALOR: R$ 130,00 (por pessoa)

R07 – TOUR DE SOBREVIVÊNCIA (Regular/Fluvial/Mínimo 10 pessoas)

Duração: Aproximadamente 05 horas;

08h30min – Apresentação na Fontur com ticket de embarque;

09h00min – Saída do barco do píer do Tropical Hotel;

Frequência: Todos os dias.

Saída do Píer do Hotel Tropical, com destino a Vila do Tupé. Recepção e breve explanação sobre o tour. Seguimos para caminhada na selva de aproximadamente 02 horas. Durante a caminhada instrução de: construção de pequenas armadilhas e sobre como reconhecer plantas medicinais e frutíferas. Visita avila indígena conhecendo suas tradições e modo de vida. Retorno ao barco para navegação de volta ao píer do Tropical Hotel com previsão de chegada às 13h00min (dependendo do tipo de embarcação).

Valor: R$ 160,00 (por pessoa)

R14 – CACHOEIRAS DE PRES. FIGUEIREDO (Regular/Terrestre/Mínimo 10 pessoas)

Duração: Aproximadamente 09 horas;

08h25min – Apresentação na Fontur com ticket de embarque;

08h30min – Embarque em ônibus ou van;

Frequência: Todos os dias, exceto segundas-feiras, domingos e feriados.

Saída do Tropical Hotel com destino a cidade de Presidente Figueiredo, distante 107 km de Manaus, onde visitaremos corredeiras e cachoeiras, assentadas em rochas areníticas, possuindo um dos maiores arranjos de queda d’água, onde florestas e cachoeiras conjugam a harmonia da natureza exuberante pelo encontro da fauna e flora. Almoço em restaurante local. Retorno ao Tropical Hotel com previsão de chegada às 17h00min (dependendo do trânsito). Bebidas não inclusas.

Valor: R$ 180,00 (por pessoa)

BEST – O MELHOR DO RIO NEGRO (Fluvial/Mínimo 10 pessoas)

Duração: Aproximadamente 07 horas;

08h45min – Apresentação na Fontur com ticket de embarque;

09h00min – Saída do barco do píer do Tropical Hotel

Frequência: Todos os dias, exceto segundas e quartas-feiras.

Sairemos do píer do Tropical Hotel navegando pelas águas do rio Negro até a plataforma do boto cor de rosa onde teremos momentos de interação e observação destes simpáticos animais que são o símbolo da Amazônia. Seguiremos navegando até uma comunidade para apreciar um ritual com danças e gestuais indígenas onde os visitantes são convidados a interagir com os nativos. Seguimos o passeio navegando até o Parque Ecológico do Janauari para um delicioso almoço regional em restaurante flutuante. Após almoço o passeio continua e iremos admirar o curioso encontro das águas com breve parada para vista deste fenômeno natural. No retorno é possível avistar a cidade de Manaus, alguns prédios históricos e as palafitas beira rio. Previsão de chegada ao píer do Tropical Hotel será às 16h00min (dependendo do tipo de embarcação). Bebidas não inclusas.

Valor: R$ 200,00 (por pessoa)

RBM – BOTO COR-DE-ROSA – O CHARME DO RIO NEGRO (Regular/Fluvial/Mínimo 10 pessoas)

Duração: Aproximadamente 04 horas;

08h45min – Apresentação na Fontur com ticket de embarque;

09h00min – Saída do barco do píer do Tropical Hotel;

Frequência: Todos os dias, exceto segundas e quartas-feiras.

Saída do píer do Tropical Hotel subindo o Rio Negro até a plataforma do boto cor-de-rosa onde teremos momentos de interação com estes animais dóceis e simpáticos que saltam da água para pegar peixes frescos e fazem a alegria dos visitantes. Seguiremos a navegação para visita ao Museu do Seringal na Vila Paraíso. Um belíssimo e aprazível museu, as margens do Rio Negro, que retrata os tempos de glória do período da borracha. Retorno ao Tropical Hotel com previsão de chegada às 13h00min (dependendo do tipo de embarcação).

Valor: R$ 150,00 (por pessoa)

Observação importante: Para passageiros não hospedados no Tropical Hotel e Windham Garden, considerar taxa de de pick up de R$ 27,00 por pessoa / por passeio.

Condições de Pagamento:

  • 10% de desconto para pagamentos à vista no dinheiro
  • 5% de desconto para pagamento à vista no debito
  • Parcelado no cartão em até 4x

O QUE LEVAR

  • Ticket de embarque;
  • Roupas leves;
  • Tênis ou sapatos fechados;
  • Toalha e roupas de banho;
  • Capa de chuva;
  • Chapéu e óculos de sol;
  • Protetor solar e repelente de insetos;
  • Dinheiro para bebidas e lembranças.

OBSERVAÇÕES

  • Todas as embarcações seguem rigorosamente as exigências da Capitania dos Portos;
  • Para os passeios náuticos enviar com antecedência de 02 dias da data da realização do passeio, lista de passageiros com data de nascimento e número de RG ou passaporte, sendo esta uma exigência da Capitania dos Portos;
  • Consulte-nos sobre outras opções de passeios e hospedagem em hotéis de selva e na cidade;
  • Consulte nosso serviço para transfer de chegada e saída.

POLÍTICA PARA CRIANÇAS

  • 0 a 05 anos = FREE.
  • De06 até 10 anos = 50% da tarifa.
  • Acima de 10 anos = 100% da tarifa.

POLÍTICA PARA CANCELAMENTOS E NO SHOW

  • Para reservas canceladas com 72 horas de antecedência, não haverá cobrança.
  • O cancelamento dos serviços contratados até 24 horas antes da realização dos mesmos implicará na cobrança de 30% do valor dos serviços;
  • O cancelamento dos serviços na data reservada e antes do horário programado de saída do tour implicará na cobrança de 50% do valor dos serviços;
  • Em caso de NO SHOW, será cobrado 100% do valor dos serviços.

REGRAS BÁSICAS DE ECOTURISMO

  • Nunca deixe vestígios de sua passagem.
  • Não jogue lixo nos rios e trilhas por onde passar.
  • Não interfira na fauna e flora locais.
  • Só colha frutos e produtos silvestres quando autorizado.
  • Evite qualquer ato que possa provocar incêndio.
  • Observe e respeite os costumes das comunidades locais.
  • Mantenha limpos as fontes e cursos de água.
  • Não perturbe os animais.
  • Não colecione flores e não quebre os galhos das árvores.
  • Não toque ou destrua ninhos ou abrigos de animais.
  • Numa área natural nada se tira além de fotografias.
  • Nada se deixa além de pegadas.
  • Nada se mata além do tempo.
  • Nada se leva além de recordações.

O TEMPO NA AMAZÔNIA – QUANDO IR

Na época da cheia, que vai de Janeiro a Junho, o nível da água sobe, alagando a floresta. As trilhas ficam alagadas e são percorridas em canoas, proporcionando uma experiência íntima com a natureza ao redor. Com a elevação da água estaremos mais perto da copa das árvores e é possível avistar animais da fauna que divide o espaço com bromélias e pequenos répteis.

Na estação seca, que vai de Julho a Dezembro, as trilhas podem ser percorridas a pé, em pequenos grupos sempre acompanhados pelos guias locais e é possível avistar a rica flora da Amazônia e ver de perto a “sumaúma” a maior árvore da região.

As chuvas começam em dezembro e é quando as águas começam a subir e a temperatura fica mais amena. Vale a pena testemunhar a famosa chuva amazônica, o que não deixa de ser uma experiência memorável. Em meados de março as águas já subiram e a floresta torna a ficar alagada. É quando os ribeirinhos começam a colheita da mandioca e a preparação da farinha. Para quem gosta de tranquilidade, esta é a baixa temporada para o turismo na Amazônia.